publicidade
cria
IMPRESSO MAIS

Dois homens são acusados por homicĂ­dio de paciente dentro de Hospital Municipal

Por Melissa Lima em 23/05/2024 às 00:22:01
A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público do Estado da Bahia | Bnews - Divulgação Wilker Porto / Brumado Agora

A denúncia foi oferecida pelo Ministério Público do Estado da Bahia | Bnews - Divulgação Wilker Porto / Brumado Agora

O Ministério Público da Bahia denunciou, na terça-feira (21), dois homens pelo homicídio de um paciente internado no Hospital Municipal Magalhães Neto, no município de Brumado, em abril deste ano.

De acordo com a denúncia, feita pela promotora de Justiça Daniela de Almeida, no dia 28 de abril, por volta das 11h30, nas dependĂȘncias do hospital, Wanderson Oliveira e um homem ainda não identificado, efetuaram pelo menos 22 disparos com arma de fogo contra a vítima Filipe Batista Lobo, que morreu no local.

Eles ainda teriam contado com o auxílio de Caio Felipe Queiroz, um dos porteiros do hospital, que teria deixado, de forma proposital, a porta aberta para facilitar a fuga dos comparsas.

Wanderson Oliveira e Caio Felipe foram denunciados por homicídio qualificado por motivo torpe e dissimulação e recurso que dificultou a defesa da vítima. A denúncia também dĂĄ conta de que, após entrarem no hospital, o denunciado Wanderson e seu comparsa se comunicaram com Caio Felipe, para saber a exata localização da vítima.

Depois de ameaçar uma enfermeira com uma arma de fogo, o homem ainda não identificado passou uma outra arma de fogo ao denunciado Wanderson, conhecido como "Papito", e dirigiram-se à sala de raio-X, local onde estava Filipe.

De acordo com a promotora de Justiça, o crime foi praticado por motivo torpe, relacionado à guerra de facções e à disputa por pontos de trĂĄfico de drogas. A vítima respondia a processo por associação criminosa armada e porte de arma de fogo, suspeita de integrar uma facção criminosa, além de ser investigada por participação em dois homicídios ocorridos na região.



Fonte: BNews

Comunicar erro
IMPRESSO MAIS 2

ComentĂĄrios